01 setembro 2006

Pensar na vida...

...é também pensar na morte. A notícia chegou-me em tom de quem conta que os bilhetes do filme estavam esgotados e não podiamos ir ao cinema. Estranho...
Agora está tudo em silêncio menos eu em mim mesma. "Entristeço-me" pela partida de alguém que sem me conhecer mudou tanta coisa na minha vida. Engraçado que estava nos planos dos próximos tempos vir a conhecer pessoalmente. Agradeço-lhe agora de maneira diferente, foi a que restou. Confesso ser um tema que não me assusta nem aflige. Não é nenhum bicho de 7 cabeças... Aflige-me mais, quem está vivo e não deu conta do que pode ser e fazer com isso!!! Aflige-me mais o caminho doloroso por que muitos passam até chegar a ela. Aflige-me mais a dor de quem fica sem um pedaço do que considerava seu, chorando antecipadas saudades e amor que ficou por amar.
Não consegui perceber ainda:

Afinal o que temem as pessoas que temem a morte? *-)


4 comments:

olá cecília! :) queria só deixar um beijinho*

Eu só temo arrepender-me do que faço - por isso acabo por pensar bastante antes de fazer qualquer coisa - tendo uma vida plena de coisas que nos alegram e não nos arrependemos acho que não há nada a temer :-)

temem não poder ler o jornal do dia seguinte.

Os humanos têm um ego demasiado grande. Não aceitam que o mundo continua a girar sem a sua presença. Pessoalmente, só tenho medo duma morte dolorosa.